FGTS: o que fazer com a quantia recebida?

Novas modalidades de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foram criadas em 2020; o FGTS emergencial, onde qualquer trabalhador que tenha conta no Fundo de Garantia pode retirar até R$1.045 e o saque- aniversário, nele o trabalhador tem o direito de retirar anualmente um valor da sua conta, no mês de seu nascimento

Vários brasileiros sacaram o FGTS emergencial ou escolheram a modalidade de saque aniversário para receber o benefício; porém é muito comum ficar em dúvida sobre a melhor forma de utilizar esse dinheiro.

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Entenda mais sobre o tema no decorrer desse artigo para poder tomar a melhor decisão.

O FGTS pode ser usado para o pagamento de dívidas?

Essa é uma dúvida muito pertinente, pois a pandemia trouxe um aumento significativo no percentual de famílias endividadas e a chegada dessa renda extra pode fazer com que esses cidadãos regularizem sua situação.

O FGTS pode ser usado para o pagamento de contas atrasadas. Sabemos que as dívidas possuem juros, o que quer dizer que quanto mais antigas elas são, maiores vão ficando. Poder usar a quantia recebida elimina o problema.

Um dado importante,  que explica melhor tudo isso vem do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), de acordo com o órgão 15,9% dos débitos estão entre R$500,00 e R$2.500,00. Isso quer dizer que para mais de 46 milhões de cidadãos, a quantia distribuída para o saque do FGTS pode cobrir todos os débitos ou pelo menos uma parte considerável deles.

Qual é o primeiro passo para quitação das dívidas?

Faça uma lista contendo todas as dívidas, o valor dos juros e quanto elas são. Nesse momento é importante priorizar os débitos com taxas de juros maiores (cartão de crédito, cheque especial e dívidas mais antigas, com valores maiores).

Entre em contato com seu credor e tente uma negociação que fique boa para ambos os lados; assim você pode quitar as dívidas de acordo com o valor que tem disponível para isso.

Tendo claros quais são os valores, fica mais simples conseguir um acordo satisfatório.

Vale lembrar, que o acordo realizado com a empresa ou instituição financeira faz com que esse credor retire o nome do cliente das listas de órgão de proteção ao crédito.

Posso guardar o valor do FGTS?

Para quem não possui dívidas e não vai gastar todo o dinheiro do FGTS, uma boa alternativa é guardar o montante em uma reserva emergencial. Para melhor explicar, a reserva emergencial é o dinheiro separado para eventualidades, como:  desemprego, emergências médicas, entre outros.

É bom deixar claro, que ter dinheiro parado não é uma boa alternativa, o melhor é deixá-lo em contas que ofereçam mais vantagens.

O dinheiro reservado precisa ser acessível, por esse motivo priorize contas com liquidez diária ou imediata; onde você não perde os rendimentos, a conta poupança é um exemplo.

O valor do FGTS pode ser investido?

Outra alternativa que pode trazer muitos benefícios é o investimento do valor recebido, para isso é preciso calcular onde o dinheiro será mais rentável.

Os valores parados do FGTS rendem 4,90% ao ano, porém o trabalhador só tem acesso a essa quantia eventualmente.

Vale destacar que cada um dos tipos de aplicação possui riscos, rendimentos e prazos. Elas são divididas basicamente em renda fixa ( rentabilidade da aplicação é definida desde o início, esclarecendo o quanto o dinheiro irá render) e renda variável (as taxas de retorno se alteram com o tempo, os riscos são maiores).

Fonte: Rede Jornal Contábil .

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Ligue para nós!
Iniciar Conversa
1
Podemos ajudar?
Olá! Como posso te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa