Sebrae alerta empresários sobre golpes em nome da instituição

Criminosos criam perfis falsos nas redes sociais e oferecem prêmios, vagas de emprego, auxílios, pedidos de transferências e confirmação de dados. Instituição não trabalha com esse tipo de envio e tem se esforçado para mitigar os casos.

Donos de micro e pequenos negócios, Microempreendedores individuais (MEI), futuros empreendedores e seguidores do Sebrae nas redes sociais devem ficar atentos às tentativas de golpe usando o nome da instituição. O número de usuários que remetem ao Sebrae contatos falsos oferecendo prêmios, auxílios, vagas de emprego, pedidos de transferências de dinheiro e de dados cresceu consideravelmente.

A analista de relacionamento com o cliente do Sebrae, Milva Capanema, explica que os criminosos se aproveitam do fato de grande parte da comunicação da instituição ser feita pelas redes sociais. “Acabam buscando as vítimas nessas páginas. Os golpistas se valem da necessidade que muitas pessoas estão passando nesse momento de pandemia, criam perfis falsos nas redes sociais, buscam as vítimas nos seguidores do Sebrae. Usam números desconhecidos no Whatsapp para ter contato e pedir dinheiro ou confirmação de dados. É preciso estar atento”, afirma.

O Sebrae não envia mensagens solicitando qualquer tipo de pagamento, dados pessoais, confirmação de código via SMS ou email. O trabalho da instituição é pautado em dar apoio aos empreendedores por meio de atendimento pautado na escuta ativa do cliente, com a indicação de soluções que atendam às necessidades de conteúdos que vão ao encontro desse público. Nos canais oficiais de comunicação são apresentadas as iniciativas, os programas e os eventos. Nenhum colaborador do Sebrae vai ligar e oferecer prêmios em troca de dinheiro. “Os fraudadores estão cada vez mais empenhados em se fazer parecer reais. Por isso, quando chegarem pessoas desconhecidas no Whatsapp, links suspeitos por email, mensagens no Instagram informando sobre premiações, desconfie”, alerta Milva.

Fique atento aos golpes mais comuns

1.Falso Auxílio Empreendedor

Esse golpe normalmente é direcionado a quem é Microempreendedor Individual (MEI). Usando de má-fé, os sites fraudulentos como “sebraemei.org” solicitam que seja feito um cadastro para que o MEI receba do Sebrae um “Auxílio Empreendedor”, o que não existe.

Atenção: o auxílio emergencial é um programa do governo federal e o cadastro oficial foi feito via Caixa Econômica Federal.

2.Processo seletivo via Whatsapp

Alguém que se passa por “gerente geral do Sebrae”, envia mensagens via WhatsApp com uma falsa proposta de contratação de equipe. No texto, os golpistas informam um falso link para atendimento ao cliente — que pode servir para fraudar dados pessoais e financeiros.

Fica o alerta: os processos seletivos para contratação de colaboradores do Sebrae são públicos, e não há contato via WhatsApp para solicitar informações.

3.Prêmio Sebrae (que não existe)

O Prêmio Sebrae já é um golpe “batido”. O e-mail (falso) sempre aparece por aí, com assinatura (falsificada) de alguém, falando em nome do Sebrae e cobrando um pagamento para que a empresa receba uma premiação de destaque, que costuma ser o PDF de um certificado para ser impresso.

Os prêmios reais realizados pelo Sebrae não são comunicados dessa forma para os concorrentes. Ao receber qualquer email do tipo, desconsidere e, se possível, repasse a tentativa de golpe nos canais oficiais do Sebrae.

Política de redução de danos por fraudes e golpes

De acordo com Milva Capanema, o Sebrae tem realizado uma série de estratégias para conter o avanço dos fraudadores. “Nós mobilizamos uma equipe de comunicação para reportar ao Instagram e ao Whatsapp a criação de perfis falsos, para que eles saiam do ar o mais rápido possível. Ainda assim, os golpistas estão criando páginas com diferentes abordagens, seja para o MEI, para o os donos de micro ou pequenos negócios, para pessoas que estão desempregadas. Eles usam fotos, nomes, descrições e cores do perfil muito parecidas para induzir ao erro mesmo”, diz. É importante identificar os canais do Sebrae, que possuem a marcação de canal oficial.

Além disso, a área jurídica do Sebrae está atuando para mitigar os casos de fraudes. “Sempre que o usuário encontrar alguma oferta inesperada, deve desconfiar. As fraudes para roubar os dados vêm acompanhadas de pedido de dinheiro ou para clicar em links suspeitos. Na dúvida, desconfie sempre e procure o consultor do Sebrae que costuma te atender”, orienta a analista.

Conheça os canais oficial do Sebrae

Para dar mais agilidade aos atendimentos, o Sebrae oferece aos clientes diversidade nos canais oficiais de atendimento. Usuários que tenham interesse nos serviços da instituição podem entrar em contato pelo telefone 0800 570 0800, pelo Whatsapp 55 800 570 0800 ou pelo chat virtual. Também é possível ir até uma agência do Sebrae em sua cidade.

Já a comunicação oficial do Sebrae para saber sobre os programas, notícias e últimas novidades está disponível na página do Sebrae, no @sebrae no Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.

Link para chat virtual: Sebrae: entre em contato, fale conosco – Sebrae

Link para portal do Sebrae: Portal Sebrae – Sebrae

Link Instagram: Sebrae Nacional (@sebrae) • Fotos e vídeos do Instagram

Link Twitter:  Sebrae (@sebrae) / Twitter

Link Face: (10) Sebrae | Facebook

Link Youtube: Sebrae – YouTube

Fonte: SEBRAE

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Ligue para nós!
Iniciar Conversa
1
Podemos ajudar?
Olá! Como posso te ajudar?
Clique na seta abaixo para iniciar uma conversa